Coração, o coach interno de cada um.

Renan Kleber Lopes Dias

Desde pequeno fui estimulado a escutar e a seguir meu coração. O que considero uma benção. Naqueles tempos de juventude, confesso, ao me deparar com a frase “escute o seu coração’, me sentia bobo e irritado. “Como assim, ouvir o meu coração?”, pensava. Me parecia uma ideia tão tola. Passados os anos, tudo foi fazendo sentido. (*Ao final, sugiro uma prática para se acessar facilmente a energia do seu coração)

Ao entrar na faculdade de psicologia, praticamente ao mesmo tempo em que conheci o yoga, já com os meus 22 anos, passei a entrar em contato e a estudar mais sobre espiritualidade, aplicando os ensinamentos que lia, à minha vida. Este era um tema que sempre gostei, mas que nunca havia tido a oportunidade de ler um material estruturado a respeito. Foi quando conheci a Psicologia Transpessoal, a única vertente psicológica, de todas as que existem, que leva em consideração o nível espiritual transcendente do ser humano. Esse fato parece inacreditável nos dias de hoje, não é mesmo? Para mim, sim.

A humanidade evoluiu muito nos últimos anos. É muito grande a quantidade de pessoas que se preocupa com assuntos espirituais, hoje em dia. Seja por meio da meditação, da yoga, ou até mesmo a partir do desejo de se levar uma vida com maior paz. Mudanças vem acontecendo, e está cada vez mais fácil para todos gerar autoconhecimento genuíno.

Bom, voltemos para o coração. Gosto muito da passagem de um livro que foi muito importante para a minha vida, “A Erva do Diabo”, no qual Dom Juan, ao ver a aflição de Castaneda ao se deparar com diversas opções de caminho, e tentar escolher um deles para seguir, lhe diz: “É simples decidir por qual caminho seguir. Basta que você se faça a pergunta: “Esse caminho tem coração?” Caso tenha, a trilha será fácil e agradável. Caso contrário, será difícil e incômoda.”.

Mas o que o coração representa para nosso ser, afinal? O coração, assim como todos os órgãos, armazena energias provindas de corpos mais sutis, como o emocional. O coração, mais especificamente, contém a sabedoria da nossa consciência, diferente do cérebro, que armazena conhecimento, apenas. Faça um pequeno teste: sempre que se deparar com uma situação que te demanda esforço de posicionamento, feche os olhos por um instante. Respire naturalmente. “Como meu coração reagiria a essa situação?” Para além de respostas racionais, o coração sempre tem uma saída sábia, uma saída construída com amor, ao próximo e a si mesmo.

Acredito que seja quase um consenso o fato de que se seguirmos, irrestritamente, o que nossos pensamentos mandam, tornaríamos todo nosso entorno um caos. É assim com vocês também? Como vocês percebem essa afirmação? Mas há uma solução para isso, que vou explicar no próximo parágrafo. Muita gente até age assim, mas talvez nem se dê conta, de que nossas decisões, principalmente as de importância maior em nossas vidas, são feitas apor meio de uma sabedoria que transcende a racionalidade. Intuição, inspiração, Eu Superior, Supra Consciente. Todos esses são nomes que melhor definem essa sabedoria.

Já diziam os grandes mestres: “A mente é um péssimo senhor, mas um ótimo servo.” Quando aprendemos a seguir mais as emanações do coração, uma mudança substancial acontece em nós. Os pensamentos aleatórios e destrutivos se tornam menos frequentes e, estes, vão dando lugar a pensamentos construtivos e agradáveis. A partir daí, com a prática, o coração e a mente se alinham, e fica muito mais fácil viver e permitir fluir em nossas vidas.

Se para você essa ideia ainda está distante da sua realidade, aí vai uma sugestão de prática para melhor acessar o coração: Toda manhã, ao acordar e antes de se levantar, feche um pouco os olhos e leve a atenção para sua respiração. Ao mesmo tempo, tente alinhá-la com as batidas do seu coração. Se preciso, leve as mãos ao centro do peito, para melhor sentir cada batimento. Dia após dia, repita essa prática. Certamente, com o tempo, se tornará mais fácil para você, escutar o que seu coração tem para lhe dizer. Não se sinta bobo ou irritado. O coração sábio é o melhor guia para todos nós.

Renan Dias

Praticante do Yoga, desde 2012, Renan Kleber Lopes Dias se formou como professor de yoga pelo Estúdio Namaskara – SP, professor Mário Reinert, em um curso de 2 anos. É graduado em psicologia pela UFMG – Universidade Federal de Minas Gerais, com especialização em psicologia social e formação complementar em pedagogia. Atualmente, dedica seu tempo ao estudo e ensino do yoga e meditação, oferecendo workshops sobre Yoga e Psicologia, além de oficinas de escrita e mandalas para crianças. Contato pelo Instagram: @almasirmãs