Sonhos e expectativas pós-faculdade: mercado de trabalho? Novos projetos? Novos rumos com a conclusão da faculdade

Victor Mendonça

Hoje eu vou falar de um tema que representa uma das maiores preocupações e um dos grandes medos dos papais, das mamães e dos próprios autistas: o mercado de trabalho. Quais são os sonhos e projetos para depois da faculdade?

Eu escolhi fazer Jornalismo, área que favorece à minha comunicação e também às minhas habilidades, como, por exemplo, escrever. Eu sempre gostei de escrever. Tem gente que lê até bula de remédio. Pois eu escrevo a bula, se fosse o caso. Transformo tudo em história, gosto muito disso. E tenho também o feeling pelas notícias, a necessidade de acompanhar o que está acontecendo no mundo. É tudo ligado ao meu hiperfoco.

Agora que eu estou prestes a me formar, vejo que colhi bons frutos com a minha escolha. Mantenho o interesse de contato com as pessoas. Quero estar em uma Redação, no ambiente jornalístico com pessoas de características diferentes, assim como aconteceu na faculdade e foi muito legal para mim. Isso é muito importante para o meu aprendizado pessoal e profissional.

Além disso, estou desenvolvendo vários projetos. Vou lançar um livro no próximo ano, uma obra jornalística e acadêmica que tem meu professor pós-doutor Maurício Guilherme Silva Jr. como orientador. Também com ele estou envolvido em projetos de pesquisa acadêmica. Isso porque o menino que gosta de ter contato com os mais diversos tipos de pessoas é o mesmo que gosta de pesquisar sobre determinado assunto, buscando entender como a comunicação funciona. Quero fazer um pouco de tudo na Comunicação.

Agora estou desenvolvendo um projeto sobre transcriação: como o jornalismo científico, mais do que traduzir, transcria narrativas científicas para as pessoas. Então, vem aí um artigo bacana, tomara que sim!

É isso. Um grande abraço e até o próximo vídeo. Até!